quarta-feira, agosto 17, 2016

PostHeaderIcon Segunda Série

"Nao faças de ti um sonho a realizar. Vai." 
- Cecília Meireles

E lá vai a minha menininha para a segunda série. Como passa rápido esse tempo, gente! Tudo corre numa velocidade dramática!
Ana teve que trocar de escola e não ficou tão feliz porque tinha que deixar os amiguinhos da escola que já estava e também acostumada com a rotina, et e tal. No entanto, como ela fez o teste para identificar crianças mais avançadas e passou...foi o jeito trocar de escola já que a escola em que ela estava não oferecia o mesmo programa para as crianças que estão um pouco mais à frente das outras. E já que passou no teste, quem poderia dizer que não avançasse? Por que eu deixaria a menina não evoluir? Os primeiros momentos sempre são meio estressantes pra qualquer um se adaptar, né? Mas, depois tudo flui.


    

terça-feira, agosto 16, 2016

PostHeaderIcon Mais um sonho

A cena se passou no banheiro. Eu tinha que entrar lá. Olhava pro chão e via insetos e, algumas baratas pequenas, porta entre-aberta, lugar escuro. Eu tinha que entrar ali. Precisava de àgua. Precisava tomar banho, me limpar. O interessante é que quando eu olhava pra mim - de cima - até por que eu era eu, mas conseguia me ver de cima como numa visão tridimencional - eu sabia que estava limpa. Nesse momento pra frente, me vinham aquelas imagens de quando eu era criança e tinha que ir ao banheiro escuro da nossa casa. Não é que não tivesse luz, energia. Na minha cabeça, era tudo escuro. Foi mais um sonho. Mais uma vez. Que eu me lembre, não tinha inseto e nem baratas no banheiro quando eu era criança. Mas, nos meus sonhos naquele banheiro escuro, sim. Eu sempre acordo ofegante e ao mesmo tempo dando graças a Deus por não estar mais lá naquele capítulo da minha vida. Feliz porque passou e hoje já não é mais real. É só um sonho. Um sonho a mais. 
Como a nossa infância é importante! Antigamente, as pessoas pensavam que as crianças nada absorviam e se esqueciam de qualquer coisa que se passasse com ela. Puro engano. Eu nunca fui assim e sabia que com os outros seria a mesma coisa. Por iss, nunca quis ter uma crianca se não pudesse dar pra ela um lar, um pai de verdade e que se importasse com ela, uma família. Tive muitas oportunidades, mas sempre pensei muito e resisti pelo simples fato de nunca querer dar aos meus filhos um pai que se parecesse com o pai que só tive e tenho no papel. Com toda honestidade, preferiria ter ficado sem filho se fosse pra ser como foi comigo. Eu já me castiguei muito por isso, já me cobrei demais, já cansei de ser a vítima também. Depois dos meus 30 anos, eu só procurei tentar perdoar tudo. Não tem sido fácil e eu ainda sinto o calor das lágrimas querendo chegar. Mas, já não prendo o choro e sei conversar facilmente sobre o assunto. Já ele...continua do mesmo jeito - talvez pior. Mas, a minha parte, eu fiz e continuo fazendo. Deixou de doer? Não. Só que agora eu converso com a minha dor, a abraço, a deixo ir...
Eu quero fazer parte de um mundo melhor. Me sinto elevada com relação ao mar agitado que um dia foi a minha vida. Vez por outra, escuto comentários de que só falo de minha mãe e meu irmão e que parece que só existem eles na minha vida. Isso é verdade. Sabe por que? Tenho aprendido a só gostar de quem gosta de mim. Eu não preciso sofrer dobrado, preciso? E se acham que eu não fiz a minha parte tentando entender e até procurando uma reaproximação, estão errados. Mas também não vou ficar sem fôlego pra sempre, né? Deu tempo de me resgatar. E, aquele banheiro, onde um dia vi a minha mãezinha caída logo após se entupir de remédios pra escapar daquela vida, não passa de um sonho, um simples sonho que ainda me perturba uma vez ou outra, mas já não é real...agora eu já tenho forças pra acordar. 
segunda-feira, agosto 15, 2016
Sim, foi meu aniversário na sexta, dia 12. Não quis fazer festa, mas quis comemorar muito com os meus amados, meu marido, mainha e Ana. A gente fez tudo pra passar o máximo de tempo juntos e aproveitar nosso tempinho juntos. Fazer 44 anos é ótimo! Estou viva! Estou dando o melhor de mim e me sinto em ótima forma mesmo já tendo passado dos 40. Não estou tomando medicação nenhuma e meus exames estão todos demonstrando que sou uma pessoa saudável. Antes me preocupava mais com os kilos extra que nunca mais perdi depois da gravidez, mas hoje eu acredito que estou é muito bem! Afinal, o meu trabalho não tem nada a ver com o corpo, né? E o que mais importa é estar de bem com a vida e cá estou. Cada dia mais pensativa, mais observadora do mundo e de todos, me encontro um estágio super renovador e mais calmo. Em outras épocas, eu diria, mais silenciosa. E como esse silêncio tem sido bom!!! Nesse final de semana, me dediquei um pouco mais à minha arte. Enfim, consegui desenhar na tela o que pretendo pintar entre esse mês de agosto e setembro. Aos poucos a gente vai percebendo que quando a gente quer ter tempo, a gente fabrica e dá tudo certo. Como eu sou feliz!!

Image may contain: one or more people, text and outdoor

quarta-feira, agosto 10, 2016

PostHeaderIcon Cara Valente Performance by Pagu Krannert 07022015


Chicago é sempre linda! Eu amo!! A cidade é enorme, claro e, com isso há mil e uma coisas pra se fazer. Na foto abaixo, estávamos no Navy Pier bem do ladinho do lago Michigan e, ao fundo, dá pra ver os prédios da cidade do vento.


Image may contain: 4 people , people smiling , sunglasses, outdoor and closeup

E, se ainda não me acharam pelo youtube em algumas apresentacões... aqui está. Já faz um tempo que tenho me lembrado de postar por aqui e acabo esquecendo assim como também sempre esqueço de ligar a camera quando temos apresentações. E, se acaso quiserem ouvir o CD no spotify...procurem Desafinado/Dream e lá estarei com a minha banda e as nossas canções originais.


sexta-feira, agosto 05, 2016

PostHeaderIcon Vander Lee Meu Jardim


"...estou podando meu jardim, estou cuidando bem de mim..."

quinta-feira, agosto 04, 2016
Qualquer dia eu falo mais sobre amizades. Tenho mesmo muitas histórias pra contar assim como todos nós que nos atrevemos a não viver na mesmice e nem como medo de dormir com a luz apagada. Tem vezes que eu reclamo - e muito! - da forma como as pessoas se apresentam em nossas vidas e de como elas tentam nos derrubar, mas nem por isso deixo de valorizar os amigos que sempre estiveram na minha vida, me dão valor e me fazem sentir o quanto eu sou valiosa em seus mundos! São poucos, eu sei. Mas, amigos, eu tenho. E ainda deixo os novos chegarem. Conheço várias pessoas que tracam pra sempre o circulo de amizades só porque se decepcionaram com A, B ou C. E será que as decepções param mesmo? Claro que não. E, no fundo, a gente lucra com ela, cresce, fica mais forte e até mais humano também. Ninguém quer na verdade viver apanhando e nem é saudável, ne? Mas, com o passar dos anos - ficou claro que não vale a pena fechar a porta totalmente. Se eu tivesse feito isso, teria perdido tanta gente de vista e nem teria tido o sabor de ficar na janela olhando a vida passar com meu café. Eu fui e vim e vou de novo.
Ontem a noite recebemos a visita de uns amigos que fizemos aqui e que já se vão. Só passaram um ano por aqui. Mamãe ficou toda feliz. Ana aproveitou pra fazer o show de puppets e meu marido ainda fez s'mores pra gente se deliciar. E tava delícia mesmo! qualquer dia posto a foto de como ficou. Ontem, eu só lembrei mesmo de comer. Rs,rs,rs.
Mais uma vez, obrigada pela visita.


No automatic alt text available.
quarta-feira, agosto 03, 2016

Eu me lembro de muita coisa de quando eu era criança. Começei a me lembrar disso numa conversa curta que tive com mamãe no nosso rápido café da manhã aqui. De uns anos pra cá me dei conta de quão medrosa ela sempre foi e por isso tão estagnada no tempo da vida. E passei a analisar mais o quanto a gente se deixa levar pelas águas passadas e que a nossa maneira de pensar e enfrentar a vida nos movem pra frente ou nos encalham pra sempre no porto dos nossos dias e ficamos a nos sentir vítimas eternas do que os outros fizeram de nós quando na realidade somos nós quem decidimos se estagnamos ou se continuamos a luta. Um provérbio chinês que sempre gostei diz que é melhor andar devagar do que ficar parado. É verdade. Pura verdade. E tudo vai de a gente se permitir...eu me permito seguir  ou me permito transformar em estátua de sal?


Minhas fotos

www.flickr.com

About Me

Minha foto
Elis
Joao Pessoa -, PB e Illinois, United States
Visualizar meu perfil completo

Search

Carregando...
http://meiroca.blogspot.com/. Tecnologia do Blogger.

eXTReMe Tracker

Quote of the Day

more Quotes

Seguidores

Tradutor

Blog Archive

Páginas