segunda-feira, setembro 07, 2009

PostHeaderIcon O amor que aumenta

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr'a saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

- Fernando Pessoa




Acho que não preciso de palavra alguma...fui clara,eu sei.Há muito,minha vida não é a mesma e, há muito,sou a mesma pessoa de minha vida.Acredito que nao seja a última vez que escreva nesse blog sobre esse meu estado,minha escolha.Quando eu voltar da "Passargada" tentarei pedir emprestado as palavras pra cantarolar a mais linda canção ouvida pelos meus dias sobre a minha metamorfose.Meu estado de graça,será outro,eu sei.

1 comentários:

Sonhar é Preciso disse...

Tais muito filosofica e misteriosa.
Amiga...que passa ?
bjs,

Minhas fotos

www.flickr.com

About Me

Minha foto
Elis
Joao Pessoa -, PB e Illinois, United States
Visualizar meu perfil completo
http://meiroca.blogspot.com/. Tecnologia do Blogger.

eXTReMe Tracker

Quote of the Day

more Quotes

Seguidores

Tradutor

Blog Archive

Páginas