quinta-feira, novembro 03, 2011

PostHeaderIcon bypass surgery


Uma imensa nuvem negra pairou sobre nossas vidas. Por mais que eu soprasse pra que ela se fosse, ela insistia em ficar, se transformando em um imenso furacao especializado em causar danos e mais danos. Mais ou menos, ha um mes, meu marido chegou em casa reclamando dum aperto no coracao enquanto se exercitava. Ficamos intrigados com essa dorzinha persistente e resolvemos ir ao medico que nao conseguiu detectar nada demais com os exames rotineiros e resolveu seguir os primeiros passos com medicacao. Na semana seguinte, meu marido teve que viajar pra Russia e la ficou 15 dias. Nesse interim, comecou a perceber que a dor aparecia em dose pequena quando ele nao estava se exercitando e ele achou que seria outra coisa. Depois de sua chegada, mais uma bateria  de exames foi feita e nada detectado. Seguindo o passo seguinte, o medico achou que seria melhor realizar um cateterismo pra tentar " enxergar " qual o problema e ai, resolve-lo, de imediato, com a colocacao de um " stent ". Logo apos o cateterismo, o medico me chamou pra mostrar as fotos e videos, os quais indicaram entupimento em varias partes de uma veia bem proxima da coronaria, exatamente uma das que alimentava o coracao. Depois de muito analisar e conversar com o cirurgiao, foi tomada a decisao de fazer a cirurgia de peito aberto. Ficamos chocados, desesperados, sem chao e imaginando mil coisas. Sem ter o que fazer, decidimos que a data seria dia 15 de novembro, pois a minha mae ja estaria aqui pra me ajudar com a Ana. No entanto, o inesperado aconteceu. Nesse ultimo domingo de madrugada, fui acordada pelo meu marido - as pressas - dizendo que achava que estava tendo um ataque do coracao e que eu preparasse Ana pra sair porque ele ja estava ligando pra o 911. Deus do ceu! Que susto! Vcs nao queiram estar numa situacao dessas! O chao some. A ambulancia chegou em menos de 1 minuto e comecaram a checar tudo nele. Segui a ambulancia e fomos direto pra emergencia e, de la, direto pra o quarto do hospital. A cirurgia precisava ser rapida, embora meu marido nao tivesse tido o ataque do coracao, ninguem poderia garantir quando ele teria um. Cirurgia marcada pra ontem, quarta-feira. Nao dava tempo de nada, tempo pra nada. So pensava com quem deixar a minha pequena. Dai, liguei pra dois anjos, dois bons amigos a quem eu nao vou ter como agradecer, como pagar jamais. Mara e Mariano se dispuseram a ficar com minha filha o tempo que fosse preciso e eu nao podia dizer nao, pois precisava ficar com meu marido. Senti a obrigacao de ligar pra os outros 2 filhos dele e os deixei sabendo da real situacao. Resolveram aparecer na vespera da cirurgia a noite. Conversaram umas horas com o pai e foram dormir la em casa. Eu permaneci no hospital o tempo inteiro. Na manha da cirurgia, so a filha apareceu as 5h30 da manha e foi embora as 6h alegando que precisava trabalhar ( hum? Como assim?). Me vi sozinha durante as 6h da cirurgia e, pra minha sorte, uma amiga resolveu faltar ao trabalho pra me dar apoio na hora que eu mais precisava! Ha pessoas com as quais a gente pode confiar ainda! A gente especial nesse mundo! 
A enfermeira me ligava a cada hora, de dentro da sala de cirurgia, pra me dar noticias e ate quando resolvi sair pra tomar um cafe - pois, so tinha almocado no dia anterior - a enfermeira ligava no meu celular. Gracas ao bom Deus, tudo foi bem e eu pude ver meu marido na UTI ja acordado e lembrando de mim. Os filhos foram embora - embora a moca ficasse me mandando mensagens pelo celular, eu esperava mais, muito mais - e ainda estao pensando se vem esse final de semana pra ca ou nao. Sinceramente, na minha cabeca, isso nao faz o minimo sentido. Tudo muito estranho. Todo mundo sabe que eu nao me dou bem com meu pai, mas pera ai...ele vai fazer uma cirurgia dessas e eu - morando so umas 2h de distancia - nao to la? Nao da, nao da, nao da. Sei que nem todo mundo enfrenta certas coisas e cada um tem um jeito diferente de se comportar, mas eu nao consigo engolir, nao consigo aceitar essa falta de consideracao com esse homem bom que eh o meu marido. O que ficou pra mim, de tudo isso, foi o carinho das pessoas que estavam aqui e mesmo as que nao estavam. Fiquei impressionada com a " humanidade " dos de fora! A humanidade ainda eh humana, sim! Mas, parece que nem todos nasceram pra ela, com ela. Mas, eu nao to escrevendo pra criticar ninguem. Quero mesmo agradecer, agradecer ao carinho, a amizade, a vida e ao Bom Deus! Sem familia, sem amigos, nao somos nada mesmo. Somos so uma poeirinha por ai.
O marido ja saiu da UTI, ja deu uma boa andada, ja come comidinha normal e, mesmo ainda sentindo dor ( o que considerado mais que normal pra pacientes mais jovens ), ele ta indo bem. Aos poucos devo ir postando alguma coisa que me apetecer ao coracao. 
E a vida segue o seu rio.



" Aprendi com a primavera a cortar-me e a voltar sempre inteira ". Cecilia Meireles



8 comentários:

rose disse...

Oh, Elis,
que barra voce passou sozinha ai!
Imagino seu medo e sua cabeca a mil nessa hora! Mas Deus e' grande e justo! A operacao deu certo e seu marido esta se recuperando bem, que alivio! E logo logo sua mae estara ai com voces!
Um forte abraco e melhoras a seu marido!

*Se te consola um pouco, por aqui as coisas sao mais frias ainda: e' falta de educacao ir fazer uma visita antes duma cirurgia, onde os familiares estao abalados e ainda resolvendo papelada, tal.Nao tem essa de ir dar um abraco, uma forca nao... bjOo

gorete disse...

te desejo tudo de bom e seu marido vai se recuperar logo, logo pois o nosso Deus é poderoso.
GORETE

Adriana disse...

Ola minha amiga, fico feliz em saber qeu seu marido esta se recuperando bem. Tens razao em dizer qeu ainda existem gente solidaria neste mundo e entendo sua tristeza pela falta de companherismo e amor com voce e seu marido por parte dos filhos, mas Graças a Deus voce teve pessoas maravilhosas que cruzaram seu caminho e caminharam ao seu lado. Desejo de coraçao que DEUS que guiou a mao destes medicos continue abençoando e iluminando a vida da sua familia, Eu desde aqui de uma Barcelona chuvosa te envio oraçoes e muitas energis positivas com a certeza que em breve estara nos deliciando com boas novas por aqui. Beijinhos e sinta meu abraço em forma de carinho e amizade

Anônimo disse...

Elis, mais importante e que seu marido ja esta se recuperando e que amigos, muitas vezes sao a a familia que escolhemos.

Deus os abencoe!

PAULA DIFRANCESCO

Elvira disse...

Oi Elis.

Espero que seu marido esteja melhor e se recupere logo.
Meu pai também fez uma cirurgia do coração (mas não foi de emergência)e se recuperou bem rápido.

Que Deus abençoe vocês.
Muita força e muita luz.

Bjs.
Elvira

Anônimo disse...

Oi, Elis
Sou leitora do teu blog há anos- desde do tempo que moravas no Brasil.
Elis, entendo tua aflição, pois meu pai já enfrentou tres cirurgias cardíacas.
Quero que saibas que todos nós, que te acompanhamos através da internet, estamos reunidos enviando pensamentos positivos para a recuperação rápida do teu marido.
Lembras que Deus está com vocês, guardando e amparando.
Abraços,
Claudia

Sra. Rapadura disse...

Nossa Elis, que situação!!!Graças a Deus, agora está tudo bem! E ñ abale seu coração com a falta de companheirismo de algumas pessoas, infelizmente existe e cada vez mais. Entretanto glorifique aqueles que te deram a mão, são essas que merecem atenção!

Que Deus continue com vocês!

Debora Rocha Muscutt. disse...

Elis! Sei que foi uma barra bem pesada a que vc passou e assim como você, não entendo muito bem certas situações que envolvem a familia americana, mas o que importa agora é que está tudo bem, vc foi forte, seu marido está bem, e assim há de ficar daqui pra frente! Tudo de bom mesmo pra vcs, Deus os abençoe sempre, beijos

Minhas fotos

www.flickr.com

About Me

Minha foto
Elis
Joao Pessoa -, PB e Illinois, United States
Visualizar meu perfil completo
http://meiroca.blogspot.com/. Tecnologia do Blogger.

eXTReMe Tracker

Quote of the Day

more Quotes

Seguidores

Tradutor

Blog Archive

Páginas